Em quem você vota pra Presidente?

Em quem você vota para Governador?

terça-feira, 18 de junho de 2013

Notícias do SINTE/RN



SINTE/RN organiza protesto nos festejos juninos de Mossoró
Na abertura dos festejos juninos em Mossoró, a direção estadual e regional do SINTE/RN, acompanhada da categoria participaram da festa de uma forma fora do convencional. Em meio à multidão foram erguidas faixas com cobranças ao governo Rosalba.
A população, além de aplaudir a iniciativa, gritava ‘Fora Rosalba’. “Isso é que foi interessante. Não foram os sindicalistas que gritavam, estávamos em silêncio respeitando a população, exibindo as faixas e para nossa alegria houve essa interação da população com o conteúdo de cobrança apresentada pelo Sindicato. A população acenou em apoio a mais um momento de luta da categoria”, comenta o coordenador geral José Teixeira.

A direção agradece aos artistas e à imprensa local que também foram simpáticos ao protesto, à população de Mossoró e a categoria que está sempre pronta ao chamado finaliza do SINTE/RN.

Governo insiste em reposição de aulas na tentativa de colocar trabalhadores como vilões
A tradição histórica do SINTE/RN é de pagamento das greves. A falsificação dos 200 dias letivos não parte da categoria, mas do governo que tem sido omisso no que diz respeito ao cumprimento das 800 horas a serem oferecidas aos estudantes.

“Basta a categoria mostrar sua indignação que logo vem a represália. O princípio da coerência deve ser aplicado a todos e a todas. Estamos no 6º mês de 2013 e ainda falta professores nas escolas e as medidas do governo estão em câmera lenta. Até quando o vilão será a luta dos trabalhadores?”, questiona a coordenadora geral Fátima Cardoso.

A categoria decidiu em assembléia que os dias da greve nacional não serão repostos. Será reposto o conteúdo e a perspectiva de aprendizagem que é o compromisso dos professores.

“Chega de dissimulação da crise existente na educação estadual. Chega de perseguir quem está sustentando o dia a dia das escolas que são os profissionais da educação”, critica a sindicalista.

“É hora do governo Rosalba convoca mais professores. Falta professor em sala de aula, mas o governo arranja sempre uma desculpa. O que vai se ouvir a partir de agora é que estão providenciando, estão reorganizando e os alunos continuam sem aula, essa é a verdade”, comenta a coordenadora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obs: Comentários preconceituosos, difamatórios e sem nenhuma relação com o post, não serão aceitos.